COTAÇÃO DO DOLAR

$3.17
09/26/2017 11:00

GUIA PRATICO PARA VIAGENS INTERNACIONAIS

Documento de Viagem

Passaporte:

Verifique se seu passaporte está dentro da data de validade (recomenda-se uma validade mínima de 06 meses). Por segurança, leve cópias das páginas 1, 2 e 3, se possível reduzidas e plastificadas. Sugerimos guardar o passaporte no cofre do hotel, circulando apenas com a cópia.

Visto americano B1/B2 (Negócios e Turismo):

Participantes de feiras, congressos e afins: é extremamente importante que seu visto seja da modalidade B1/B2. Não é permitida participação, a portadores de visto de turista, em missões comerciais, técnicas, feiras e eventos nos Estados Unidos. Acompanhantes poderão viajar com visto simples de turismo – B2.

Embarque:

Compareça ao aeroporto com antecedência mínima de 4 horas*. A reserva de assentos é determinada após emissão de todos os passageiros do grupo pela Cia. aérea, e geralmente há alteração no momento do check-in. Portanto, é muito importante a chegada ao aeroporto com bastante antecedência.

* Normalmente uma apresentação com 3 horas de antecedência seria o suficiente. No entanto, após o novo enrijecimento das regras de segurança para vôos aos EUA, no final de 2009, o recomendável é adicionar mais uma hora a esse tempo.

Segurança:

Devido às rigorosas normas de segurança, é proibido transportar na bagagem de mão qualquer líquido, gel, substância pastosa ou cremosa (xampu, creme dental, de barbear, perfumes, hidratantes etc.), isqueiros, fósforos, tesouras, alicates, pinças, estiletes, saca-rolhas, vidro ou quaisquer objetos pontiagudos ou cortantes. Os objetos acima descritos poderão ser levados na bagagem a ser despachada, com exceção de aerossóis.

É permitido:

levar na bagagem de mão uma quantidade limitada de líquidos ou géis de no máximo 100 ml (3 oz) cada. Estes itens deverão ser acondicionados em uma sacola plástica (20 x 20 cm) transparente de no máximo 1 litro. O limite é de uma sacola plástica por pessoa, a qual deverá ser removida de dentro da bagagem de mão para inspeção à parte pela segurança dos aeroportos. As sacolas plásticas coloridas ou opacas e as garrafas ou os contêineres de líquidos ou géis que ultrapassem os limites estabelecidos acima serão barrados e deverão ser abandonados durante a inspeção de segurança nos aeroportos. Remédios prescritos com receita ou essenciais para o passageiro poderão ser portados na bagagem de mão, assim como laptops, câmaras fotográficas e de filmagem.

Bagagem:

São permitidas 2 (duas) malas com até 32 kg cada, o que ultrapassar será cobrado como excesso (sendo que uma bagagem não compensa a outra). As cias. aéreas podem recusar-se a transportar peso excedente, quando os vôos estão lotados. As malas deverão estar fechadas com cadeado (deixar as chaves com fácil acesso, para o caso ser requerida a inspeção) e identificadas com etiqueta de bagagem. Sugerimos levar uma ou duas trocas de roupas em uma mala de mão, para caso de extravio de bagagem lamentavelmente cada vez mais comum em viagens internacionais.

Dinheiro:

A moeda local é dólar americano (não se encontram instituições que façam câmbio de Real para Dólar, em território norte-americano). Todos os cartões de crédito são aceitos. Travel-cheques sofrem algumas restrições. O valor máximo que o passageiro pode levar consigo sem declaração é o equivalente a US$ 10.000,00. Acima deste valor, deverá ser feita uma declaração alfandegária.

No Avião:

Use roupas e calçados confortáveis. Considere a temperatura média ambiente de 20 graus. Evite excesso de bebidas alcoólicas (lembre-se de que o efeito do álcool no organismo é mais acentuado em grandes altitudes) e movimente-se o quanto possível durante o vôo, para evitar inchaços.

Comunicação:

Para ligações a cobrar para o Brasil pelo sistema BRASIL DIRETO DA EMBRATEL, ligue de qualquer telefone – inclusive público – para o número 1800 344 1055 e fale com a EMBRATEL-BRASIL, em português. Outra opção econômica é adquirir cartão telefônico e seguir as instruções de uso do mesmo. Para ligações diretas, disque 011 + 55 + código da cidade + número do telefone.

Cota de Compras:

A cota máxima para compras no exterior é de US$ 500,00, e mais US$ 500,00 no Free Shop. Se por ventura desejar levar aparelhos importados relativamente novos, como câmeras fotográficas, filmadoras, laptops etc., é necessário fazer-se o registro apropriado do objeto na Receita Federal no Aeroporto de Guarulhos, para evitar-se sua tributação no retorno.

Gorjetas:

É importante não se esquecer de que no exterior o hábito de gorjetas denota boa educação e simpatia pelo serviço oferecido. Gira em torno de 15% do valor gasto em restaurantes, táxis, guias de turismo, passeios etc..

Vacinação e saúde

É importante verificar também se o país de destino está na lista da Organização Mundial da Saúde que exige a vacinação para controle da febre amarela. Se for o caso, consulte no site da Anvisa (www.anvisa.gov.br/viajante/) as unidades que oferecem a vacina e como proceder para solicitar o Certificado Internacional de Vacinação. A vacina, para fazer efeito, deve ser tomada até dez dias antes da data de embarque e sua proteção dura dez anos. Evite viajar na vigência de qualquer doença infecciosa e, se precisar fazer uso de medicamentos sob prescrição médica, obtenha a receita e adquira os medicamentos na quantidade suficiente para toda a viagem, pois nem sempre é possível adquirir medicamentos em outros países sem prescrição médica local ou ingressar em outros países sem as respectivas receitas médicas.

Menores de 18 anos

Para menores de 18 anos que viajarão acompanhados apenas de um dos pais, além dos documentos citados é necessária a autorização prévia reconhecida em cartório do outro responsável.

Seguro viagem

Se você for visitar um país europeu pertencente ao Tratado de Schengen – que isenta a necessidade de visto – é preciso comprovar assistência de viagem com valor mínimo de 30 mil euros. Além disso, para todos os outros tipos de seguro saúde, é importante ter sempre em mãos o telefone de contato da Central de Atendimento, para facilitar a utilização do seguro em caso de necessidade. Alguns países mantêm com o Brasil acordos internacionais recíprocos, que permitem o atendimento de cidadãos brasileiros pelas redes públicas de saúde. Saiba mais sobre o Certificado de Direito a Assistência Médica acessando: http://sna.saude.gov.br/cdam/

Registro de aparelhos eletrônicos

Não esqueça de registrar os aparelhos eletrônicos fabricados no exterior que estiver levando na viagem (como câmeras e filmadoras), mesmo se tiverem sido comprados no Brasil, para garantir que não pagará impostos no retorno ao país. Equipamentos com garantia no exterior que estão sendo levados para trocas ou consertos também devem ser registrados. Normalmente, o registro é feito no aeroporto de embarque, por meio da Declaração de Saída Temporária (DST).

Alfândega

Sua entrada em qualquer país será registrada e monitorada pela Polícia Federal local, por meio de um formulário de imigração. Mantenha esse formulário junto com o passaporte, pois ele deverá será devolvido para a Polícia Federal quando você for deixar o país e, caso não seja apresentado, pode impedir o seu retorno ao Brasil. Também é importante possuir comprovante de reserva de hotel onde permanecerá durante sua estadia, pois você será questionado sobre o motivo da viagem.